Rodrigo Cunha: senador precisa dizer para o que foi eleito em Alagoas

Questionam ao Blog Kléverson Levy se teria uma resposta exata para qual é a missão do senador Rodrigo Cunha (PSDB) desde que foi eleito no pleito de 2018.

Cunha, ressalte-se, chegou ao cargo de senador superando o principal rival que era o senador Renan Calheiros (MDB). Com 895.738 votos (34,42% válidos), o ex-deputado estadual conseguiu uma das maiores votações para o Senado Federal representando Alagoas.

Porém, aos nove meses de mandato (pouco tempo para uma avaliação?) muita gente tem questionado sobre o que tem feito o parlamentar pelo estado.

Pelas redes sociais de Cunha é possível ver o trabalho que ele realiza em Brasília. Basta acompanhar o nobre senador no Instagram ou Facebook que se tem uma ideia de suas atividades parlamentares na capital federal. 

Entretanto, o que muitos leitores - até os que votaram - indagam é se o trabalho de Cunha vai ficar apenas na parte legislativa, diante das discussões, votações e aprovações no Senado, sem mostrar o que vai trazer - recursos e verbas - para o estado de Alagoas. 

Esta semana, por exemplo, Rodrigo Cunha lançou - pelas redes sociais - a chamada "Central das Emendas" que, segundo o próprio parlamentar, servirá para que o alagoano opine nas decisões sobre como aplicar da melhor forma os recursos que Alagoas tem direito.  

"Assumi o compromisso de ouvir vocês para decidirmos juntos sobre a destinação das nossas emendas. Chegou a hora de colocar isso em prática! É por isso que hoje estou lançando a Central de Emendas, que é uma plataforma digital para que vocês possam participar, comigo, das tomadas de decisões sobre como aplicar da melhor forma os recursos a que nosso Estado tem direito. A execução do orçamento começa somente no ano que vem, mas o planejamento tem que ser desde agora. Entre no site, participe e deixe seu comentário. O link está na bio. Sua atitude vai fazer a diferença! #CentralDasEmendas", escreveu.
 

Como disse um (e) leitor do Blog Kléverson Levy, ao ser indagado sobre o que achava do trabalho do tucano, no Senado Federal:

"Tem que ser menos blá blá blá e trazer recursos, obras e ajudar o Estado a desenvolver juntos aos municípios. Sair da teoria, das redes sociais, das mídias pagas e gratuitas, mas, partir para prática. Senão, teremos mais uma cadeira de senador sem resultados satisfatórios para Alagoas".

Portanto, Rodrigo Cunha precisa dizer para o que foi eleito em Alagoas. Os eleitores cobram e querem saber o que ele terá de oferecer para o crescimento e desenvolvimento dos 102 municípios alagoanos. Na avaliação do Blog, a "Central de Emendas" é o passo para os recursos que Alagoas necessita.   

Afinal, a vaga que ele ocupa hoje foi do ex-senador Benedito de Lira (PP) e, por incrível que pareça, tem gente que está sentindo falta de Biu de Lira como o senador por Alagoas, inclusive, prefeitos que eram contemplados com os recursos trazidos pelo ex-parlamentar. 

Será? 

Por fim, sei que temos três (3) senadores da República: Fernando Collor (Pros), Renan Calheiros (MDB) e Rodrigo Cunha (PSDB). Cada parlamentar, claro, na maneira pessoal de fazer política e realizar o trabalho pelo estado de Alagoas. 

A avaliação, portanto, fica a cargo do (e) leitor.


Comentários (0)


Deixe um comentário